Cotidiano

Procon multa operadora de celular por falha em ligações de emergência

O órgão constatou que as ligações para os números 190, 192 e 193, a partir de telefones da TIM, não eram completadas

Renan
Renan Vallim / Repórter
Procon multa operadora de celular por falha em ligações de emergência
Foto: Prefeitura de Campo Mourão

28 de janeiro de 2022 - 11:51 - Atualizado em 28 de janeiro de 2022 - 13:36

O Procon de Campo Mourão aplicou uma multa de mais de R$ 160 mil na operadora de telefonia celular TIM por falha na prestação de serviços telefônicos de emergências. O órgão constatou que as ligações para os números 190, 192 e 193 (Policia Militar, Bombeiros e SAMU, respectivamente), a partir de telefones da TIM, não eram completadas.

Foi constatado pelo Procon que, ao ligar para um dos órgãos de emergência, o consumidor recebe a seguinte mensagem: “o número chamado não existe, por favor verifique o número discado e tente novamente”. “Foram denunciados casos em que a pessoa estava no local de um acidente grave e através do seu telefone TIM tentou ligar para o SAMU e a ligação não completava, sendo que ela teve que pegar seu carro e ir até a sede do órgão de socorro” afirma o diretor do Procon, Sidnei Jardim.

Uma das denúncias chegou ao Procon através do comando da Polícia Militar, que relatou o problema e afirmou que foram feitas diversas tentativas de contatar com a empresa TIM. Porém, a operadora não possui nenhum contato direto ao público para assistência técnica (não possui número de SAC ou qualquer outro contato que não seja por inteligência artificial e mensagens gravadas).

O Procon também tentou mas não conseguiu solução junto a TIM restando a possibilidade da multa cautelar pela falha na prestação de serviço e descontinuidade do serviço que envolveu risco à saúde e segurança do consumidor, equiparando todos àqueles que tentaram entrar em contato com a PM, Bombeiros e SAMU, como consumidores.

“Essa falha da TIM, além de atrapalhar o serviço da PM, Bombeiros e SAMU, coloca em risco a vida das pessoas que precisam de atendimentos urgentes, pois estão acidentadas, com risco de morte por problemas de saúde, ou por estar numa situação de risco da sua segurança física ou patrimonial”, finaliza o diretor.

Nota da TIM

A operadora TIM divulgou uma nota oficial afirmando que irá avaliar a multa aplicada pelo Procon e negou que as ligações para números de emergência não estejam sendo completadas em Campo Mourão.

Segue a íntegra da nota: “A TIM informa que irá avaliar a referida notificação e prestar os devidos esclarecimentos no processo administrativo. A companhia reforça que seu serviço de chamadas para números de emergência estão operando normalmente na cidade de Campo Mourão”.

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.