Cotidiano

Integração no terminal do Guadalupe permite que passageiros embarquem sem pagar nova passagem; entenda

O tempo para a integração será de 2 horas e 30 minutos contados a partir do pagamento da primeira tarifa, no validador do ônibus do primeiro embarque

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações da Comec
Integração no terminal do Guadalupe permite que passageiros embarquem sem pagar nova passagem; entenda
(Foto: Reprodução/ AEN)

2 de julho de 2022 - 09:27 - Atualizado em 2 de julho de 2022 - 09:27

Uma integração no terminal do Guadalupe, na região central de Curitiba, permite, a partir desta sexta-feira (1º), que usuários embarquem em linhas metropolitanas que atendem o local sem pagamento de nova tarifa. A ação, inédita neste volume de linhas, foi anunciada pelo Governo do estado e já está em vigor. A medida vale para os ônibus que possuem como destino final o terminal (confira a lista completa abaixo).

Com a mudança, ao embarcar nas linhas especificadas pela Comec, o usuário terá um período de 2 horas e 30 minutos para realizar o embarque na segunda linha, sem a cobrança de nova tarifa. O benefício, porém, será permitido em linhas específicas, conforme tabela abaixo:

As linhas marcadas em verde permitem o embarque sem a cobrança de nova passagem (Foto: Divulgação/ Comec)

Na tabela, o usuário poderá fazer o cruzamento entre as linhas de origem e destino. Os cruzamentos indicados em verde, permitem a integração sem cobrança de nova tarifa. Os indicados em vermelho não permitem a integração. Confira a identificação das linhas:

  • A06-TAMANDARÉ/GUADALUPE (via MINÉRIOS),
  • B01-MARACANÃ/GUADALUPE (VIA RÁPIDA STA.CÂNDIDA),
  • B03-GUARAITUBA/GUADALUPE (via MARACANÃ – ALTO DA XV),
  • B89-GUARAITUBA/GUADALUPE (via MARACANÃ-CABRAL),
  • B73-CTBA/JD.OSASCO,
  • B76-CTBA/SÃO SEBASTIÃO,
  • B77-CTBA/JD CURITIBA,
  • B78-CTBA/SÃO GABRIEL,
  • C03-PINHAIS/GUADALUPE,
  • C66-CTBA-VILA ZUMBI,
  • C72-CTBA/V.PALMITAL (via CONJ.ATUBA),
  • D61-PIRAQUARA/SANTOS ANDRADE,
  • D66-PIRAQUARA/SANTOS ANDRADE (DIRETO),
  • E01-CTBA/URANO,
  • E03-CTBA/AFONSO PENA,
  • E67-CTBA/BRAGA,
  • E68-CTBA/QUISSISSANA,
  • E99-SÃO JOSÉ/GUADALUPE (via T.CENTRAL),
  • E71-CTBA/JD.IPÊ,
  • E72-CTBA/JD.IZAURA,
  • E73-CTBA/JD.CRUZEIRO,
  • E76-CTBA/POSTO PARIS,
  • E77-CTBA/GUATUPÊ,
  • E78-CTBA/ROSEIRA,
  • E79-JD.IZAURA/GUADALUPE (via JD.IPÊ),
  • F71-FAZENDA/GUADALUPE,
  • H01-ARAUCÁRIA/GUADALUPE,
  • H97-ANGÉLICA/GUADALUPE,
  • K01-ITAPERUÇU/TAMANDARÉ/GUADALUPE (via MINÉRIOS),
  • N62-JD.PAULISTA/GUADALUPE,
  • N63-EUGENIA MARIA/GUADALUPE,
  • N73-JD.PAULISTA-QUATRO BARRAS/GUADALUPE,
  • O74-QUATRO BARRAS/GUADALUPE,
  • S01-ROÇA GRANDE/GUADALUPE,
  • S61-CTBA/SANTA FÉ,
  • S89-SÃO SEBASTIÃO/GUADALUPE (via SÃO GABRIEL).

As linhas D61-PIRAQUARA/SANTOS ANDRADE e D66-DIRETO PIRAQUARA, embora tenham parada na Praça Santos Andrade, também estão contempladas nesse projeto. Elas trazem ao Centro cerca de 2.000 pessoas em dias úteis.
Trata-se de algo inovador, iniciando agora em fase de testes que demandará aprimoramentos e possíveis ajustes com o intuito de melhorar os deslocamentos metropolitanos através do serviço de transporte coletivo existente.

Integração no terminal do Guadalupe

O terminal do Guadalupe é o grande centralizador das linhas metropolitanas na capital. Lá desembarcam todos os dias cerca de 13.000 usuários, por meio das 28 linhas, oriundas de 8 municípios da Região Metropolitana de Curitiba. O terminal, porém, é aberto e não permite a integração entre as linhas, fazendo com que alguns usuários tenham que pagar duas passagens para chegar em seu destino final.

A integração, conforme tabela acima, passa a valer desde as linhas locais atualmente coordenadas pela Comec, nos bairros dos municípios de origem, como, por exemplo, a linha B14-PLANALTO que atende a Vila Liberdade em Colombo. E só será gratuita para as linhas especificadas na tabela e com embarque no terminal do Guadalupe. Caso o usuário faça desembarque durante o seu trajeto e tente embarcar em outras linhas não especificadas na tabela, será realizada nova cobrança.

As linhas coordenadas pela Urbanização de Curitiba – URBS, que realizam parada no terminal do Guadalupe, não fazem parte da integração temporal. A Comec destaca, porém, a parceria e apoio da Prefeitura de Curitiba, através da URBS para realização de mais esta medida em favor do usuário do transporte coletivo.

O tempo para a integração será de 2 horas e 30 minutos contados a partir do pagamento da primeira tarifa, no validador do ônibus do primeiro embarque. Caso este tempo seja superado, uma nova tarifa será cobrada.

A integração temporal será válida apenas para linhas distintas, ou seja, não vale para utilização da mesma linha no mesmo período. Por exemplo, se o usuário chegar no Terminal do Guadalupe pela linha N62-JD.PAULISTA/GUADALUPE e deseja retornar nesta mesma linha, ao realizar o embarque será efetuada nova cobrança.