Comportamento

Mulher é enganada por companheiro e faz dívidas com agiota

A vítima teve um prejuízo de R$20mil

Mônica
Mônica Ferreira / Estagiária com informações de Vanessa Fontanella, da RICtv, e supervisão de Adriana Justi
Mulher é enganada por companheiro e faz dívidas com agiota
(Foto: Reprodução/RICtv)

14 de janeiro de 2022 - 16:31 - Atualizado em 14 de janeiro de 2022 - 16:33

Vanessa Barbosa, moradora de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, foi enganada mais uma vez pelo ex-companheiro Reinaldo Oliveira da Silva, de 27 anos.

O rapaz é usuário de drogas e aplicou uma série de golpes na mulher de 41 anos, que agora deve para agiotas, que são pessoas que oferecem empréstimos com cobrança “fora da lei”. A vítima teve um prejuízo de R$20 mil.

Há três meses, Vanessa resolveu dar mais uma chance ao relacionamento, porém, na última terça-feira (11) percebeu que havia sido enganada novamente. O rapaz foi embora levando o cartão de crédito dela e já gastou R$2mil no nome da Vanessa, que agora está desesperada para encontrá-lo e recuperar seu dinheiro.

“Se quiser mandar alguém pra me pegar, mas não mexe com a minha família. Eu te peço até amanhã às 14h para eu te devolver o dinheiro que foi tirado lá do negócio cartão”,

disse Reinaldo ao ser cobrado.

De acordo com a reportagem da RICtv, no passado, o casal ficou junto por sete meses, mas logo Vanessa descobriu que Reinaldo é usuário de drogas. “Ele não retornou para casa, eu fiquei preocupada e achei que tinha acontecido alguma coisa. Ele retornou no outro dia e já  drogado, aí que eu descobri que ele usava drogas”, relatou.

Após a descoberta, o rapaz confessou as dívidas feitas por causa do vício. Vanessa resolveu ajudá-lo, mas sendo enganada pelo rapaz. 

“Cada vez que ele saia, ele sumia uma semana e depois dívidas e mais dívidas. O povo ameaçando e eu me enrolei com agiota, essa última vez foi quase R$10mil. Teve um período antes que ele me contou que tinha batido o carro de uma pessoa e que estava sendo ameaçado”,

disse a mulher.

A dívida do carro foi paga por Vanessa, um prejuízo de R$ 8mil. Após receber o dinheiro, o homem sumiu por um ano, sem dar notícia alguma a ela. “Achei que tinham pego ele, um dia a mãe dele entrou em contato comigo e disse que ele ligou para ela, que ele tinha saído daqui com medo de morrer porque ele não tinha dinheiro para pagar as dividas”, contou.

Vanessa fez o Boletim de Ocorrência (B.O) e diz que ainda há duas vítimas do rapaz.

  • Confira: Vigia de condomínio acusado de pedofilia diz que é inocente: “só na amizade”; veja relato
Registrou um flagrante? Mande para o WhatsApp do RIC Mais. Clique aqui e faça o portal com a gente!