Comportamento

Hospital confunde bebê com lixo e o joga em incinerador

O bebê já estava morto e aguardava liberação do necrotério para a realização do sepultamento

Carol
Carol Machado / Produtora
Hospital confunde bebê com lixo e o joga em incinerador
Hospital confunde bebê com lixo e o joga em incinerador - Foto: Pixabay

28 de março de 2022 - 16:58 - Atualizado em 28 de março de 2022 - 16:58

Em um hospital da cidade de Concórdia, na Argentina, os pais de um bebê recém-nascido ficaram indignados e acusaram o centro médico de misturar a criança com lixo patológico e depois queimá-la.

De acordo com o jornal Publimetro, Carolina e Gonzalo, responsáveis ​​por registrar a queixa contra o hospital. O casal procurou o Hospital Delicia Concepción Masvernat momentos antes do nascimento do filho em busca de ajuda, mas ao chegar no local foram informados de que o bebê estava morto

A mulher precisou realizar uma cesariana de emergência para remover o bebê. Em entrevista, Carolina relatou que inicialmente ela e o companheiro decidiram ver o bebê. Além de vê-lo, vestiram a criança. Em seguida, o corpo foi levado ao necrotério para receber os cuidados necessários antes de ser e enterrado.

A partir desse momento, a confusão se iniciou, pois os funcionários do hospital confundiram o bebê com resíduos patológicos e o colocaram em um saco vermelho pronto para ser incinerado. Quando os pais foram ao centro médico para o enterro, ficaram surpresos com as últimas notícias que receberam. 

“Quando descobrimos, ele já tinha ido para o forno, mas não nos explicaram, era um bebê bem formado, eles não sabiam como dizer por que eles o colocaram lá”

disse Carolina em entrevista.

O hospital postou uma nota no Facebook que dizia:

“A informação foi prestada primeiramente à família, também à justiça de Concórdia, com a urgência que o caso merece e o objetivo de determinar se foi uma omissão, dolo ou falta de profissionalismo por não continuar com o protocolo de autópsia e influenciá-lo nos eventos relatados”.

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.