Banco de imagens pixabay.jpg

“Foquemos nossos pensamentos nas coisas boas. Procuremos o lado bom em todas as coisas e, aos poucos, encontraremos forças para eliminar todo o mal que nos aflige. A capacidade ou a incapacidade de nos transformarmos dependem da crença e da fé que nos fortalecem.”

Se soubéssemos o poder do nosso pensamento, pensaríamos duas vezes antes de focar nos problemas, porque tudo o que focamos, expande. Precisamos mudar o foco e criar uma nova realidade, de forma consciente e permanente; é difícil, mas, não impossível quando entendemos que tudo o que estamos vivendo foi criado por nós mesmos, que nada mais é que o mundo fantasioso, que tira o foco da alma do mundo verdadeiro, aquele onde impera o amor fraterno e a solidariedade, que é o mundo do Pai Amantíssimo.

Não entendamos o medo como um simples sentimendo de agonia, tornando-o um impedidor da nossa mudança. O medo é o primeiro sinal que precisamos avançar para nos transformar; afinal, ninguém evolui se não sair da zona de conforto. Ficamos muito tempo viciados na rotina que, muitas vezes, nos causa dor e prazeres temporários, porém, a vida precisa ser um prazer intenso e permanente. A partir do momento que percebemos que a felicidade está dentro de nós e a levamos para onde estivermos, nada ruim poderá nos abalar.

Várias filosofias ocidentais e orientais pregam que precisamos ver o lado bom em tudo, experimentos, comecemos a ver o lado bom das coisas para, aos poucos, tirar o foco das coisas ruins. Olhando o lado bom, não haverá espaço para os pensamentos e reações negativas invadirem nossa mente.

É bom ratificar que nos tornamos capazes quando queremos e incapazes, geralmente, quando deixamos a ansiedade e preocupações nos dominarem, tapando nossos ouvidos para voz da consciência e da intuição. A escolha sempre será nossa: – Quer você acredite que consiga fazer uma coisa ou não, você está certo. – Henry Ford

Colunistas

Compartilhe essa opinião:

Deixe seu comentário

Opiniões do colunista