O prefeito de Morretes, Osmair Costa Coelho, mais conhecido como “Marajá”, e o secretário municipal de Governo, Jean Carlos Hunzicker, tiveram os bens bloqueados pela Justiça, que atendeu um pedido do Ministério Público numa denúncia por desviar produtos doados à prefeitura pela Receita Federal.

 

Os promotores afirmam que diversos bens encaminhados ao Município pela Receita Federal – como lotes de pneus, veículos e equipamentos de informática – foram levados pela prefeitura para uma empresa que prestava serviço de transporte escolar.

 

Nem as doações para assistência social escapam.

Marc Sousa

Marc Sousa

Compartilhe essa opinião:

Opiniões do colunista