O secretário chefe da Casa Civil, Guto Silva, anunciou que não está descartado o corte de salários dos agentes políticos do Governo do Estado. Secretários, cargos em comissão e o próprio governador, Ratinho Júnior, podem ser alvo da medida.

 

“É um ato simpático, é um movimento que vai crescer de solidariedade. Não dá para dividir, político, servidor, empresário, todo mundo tá no mesmo barco e o barco está furado. Nós precisamos achar soluções práticas, e cada centavo que voltar para os cofres públicos, cada centavo pra deixar o Estado de pé, quando eu falo Estado é a saúde na ponta, o médico, enfermeiro rodando e a segurança pública será importante. Esse é um movimento que vai crescer muito forte nos próximos dias e o Estado não está a margem de nenhum processo, todos os processos são respeitados e se tiver que tomar medidas especificas de cortes em um momento de colapso teremos que fazer.”, disse Silva em entrevista ao Jornal da Manhã Paraná, na Jovem Pan.

 

Veja a íntegra da entrevista:

 

 

*As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam, necessariamente, a posição do portal RIC Mais.

Notícias relacionadas

Marc Sousa

Marc Sousa

Compartilhe essa opinião:

Opiniões do colunista