Nunca o verbo conectar esteve tão na moda. Virou palavra de ordem, transformou-se em nome de eventos, passou a ser uma obrigação no mundo tecnológico. O termo conexão vem mesmo da tecnologia, afinal, conectar pessoas é o que fazem os dispositivos eletrônicos e redes sociais que hoje estão diariamente nas nossas vidas.

Algumas pessoas até confundem conexão com networking mas, na minha visão, são duas coisas diferentes. Networking nem preciso falar muito, é a tradicional rede de contatos indispensável para nos manter bem relacionados no meio profissional que atuamos.

Conexão é algo que vai muito além. Conectar-se ao ecossistema de inovação, por exemplo, é estar presente nos diversos eventos, seminários, hackathons, pitch days, demodays, meetups, etc. 

A conexão não é apenas uma agenda, é uma grande oportunidade de aprender, de saber das novidades, de ver o que está acontecendo no mundo da inovação. É um cenário que se modifica com rapidez e intensidade, por isso é preciso acompanhar este movimento com a máxima assiduidade possível.

E oportunidades não faltam. Há uma avalanche de eventos e encontros acontecendo em Curitiba e em diversas cidades brasileiras. Um amigo até reclamou um dia que eram eventos demais, que as agendas estavam concorrendo umas com as outras.

Não penso assim. Acredito que quanto mais eventos melhor, pois nem todos têm disponibilidade para ir todos os dias. E, de repente, bem na noite que você está livre, não tem evento. Então é ótimo que haja algo acontecendo todo dia, pois assim as pessoas sempre terão uma opção.

O importante é que a maioria desses eventos tem sempre um conteúdo muito bom, uma palestra, pitch de startup, debates. Venho acompanhando essa agenda há uns três anos e garanto que tem sempre algo para se aprender, uma experiência inspiradora, uma nova ferramenta para se conhecer. 

E esta é a grande conexão. Estar conectado com o ecossistema é muito mais que um network, é um aprendizado, uma capacitação permanente. Praticamente todas as áreas do cenário de inovação promovem eventos. No Vale do Pinhão acompanhamos e apoiamos essa agenda intensa, na qual dificilmente se passa um dia sem que haja um evento com algo interessante. Então não há desculpa para não participar. São dezenas de eventos, muitos gratuitos, a maioria com preços acessíveis. Somente na Agência Curitiba, por exemplo, temos eventos fixos como o Paiol Digital, o Transformação Digital e o Business Round, todos gratuitos, além de outras programações eventuais. Nossa newsletter divulga toda semana os eventos cadastrados no site Vale do Pinhão.

Conexão é fundamental, conectar-se é aprender. A inovação trafega de forma veloz, não perca essa conexão, participe destas agendas o máximo que puder. E garanto que nelas também dá para fazer um bom networking.

Cris Alessi

Cris Alessi

Compartilhe essa opinião:

Opiniões do colunista