Clima e Tempo

100 km quadrados de destruição: Maripá se recupera depois do temporal

As equipes seguem realizando levantamento dos danos causados pelo temporal; 70% da população já teve a energia elétrica restabelecida

Aline
Aline Cristina / Repórter com Roberta Cunha/RICtv
100 km quadrados de destruição: Maripá se recupera depois do temporal
(Foto: Anderson Prebianca/ RICtv)

25 de abril de 2022 - 12:01 - Atualizado em 25 de abril de 2022 - 12:08

Os trabalhos, em Maripá, no Oeste do Paraná, continuam nesta segunda-feira (25). O município que fica a cerca de 40 quilômetros de Toledo, registrou um temporal na sexta-feira (22), que deixou um rastro de destruição.  Moradores, prefeitura, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e voluntários trabalham para auxiliar as famílias que foram afetadas com os fortes ventos e a grande quantidade de granizo.

No domingo (24), mais de 1800 telhas foram distribuídas para a comunidade. Segundo a Copel, 70% da energia elétrica foi restabelecida no município, no entanto ainda 767 domicílios estão sem luz. O abastecimento de água já foi restabelecido em toda a área urbana.

A área afetada pelo temporal, foi de 100 quilômetros quadrados. Pelas ruas das cidades ficaram espalhados inúmeros galhos de árvores e telhas.

Alguns imóveis tiveram telhados inteiros arrancados. Adair da Silva Ramos, gerente de uma loja de departamentos, calcula um prejuízo acima de R$ 200 mil.

“ A loja ficou alagada, o telhado foi praticamente destruído, parte dele eu encontrei a mais de 100 metros do nosso estabelecimento. A porta de vidro foi quebrada, as árvores derrubadas. Nós perdemos praticamente toda a loja. Temos muita fé em Deus.”

Adair da Silva Ramos – gerente loja

Na prefeitura, acontece o atendimento geral ao público, onde também está estabelecido um Ponto de Atendimento da Assistência Social para àqueles que foram afetados pelo temporal. Tanto o CRAS quanto a Secretaria de Assistência Social estarão fechados.

Para atendimentos relacionados à saúde, a população deve se dirigir ao Pronto Atendimento 24 Horas, inclusive para consultas e agendamentos que estão programados.

A Escola Municipal Professor Leopoldo Kuroli, o Centro Municipal de Educação Infantil Casinha Feliz e o Colégio Estadual Pio XII estão sem aulas nesta segunda-feira. Segundo a Secretaria de Educação, poucos estragos foram registrados nos prédios públicos, mas é necessário que os locais sejam organizados e limpos para receber os alunos.

Perda no campo

Além da área urbana, propriedades rurais também foram danificadas, cerca de 35% da plantação de milho foi perdida.

O agricultor, Leonésio Zoz, teve um prejuízo de aproximadamente R$ 4,5 milhões. Além da casa, o Zoz perdeu o sistema de ordenha da propriedade, que estava funcionando há menos de seis meses. Duas vacas morreram e pelo menos 15 ficaram feridas. 

(Foto: Anderson Prebianca/ RICtv)

“ A gente fez o seguro, mas não imaginava que o estrago seria tão grande.”

Leonésio Zoz – agricultor

As equipes seguem realizando levantamento dos danos causados pelo temporal, a partir deste relatório, o governo municipal irá emitir o Decreto de Declaração de Situação de Emergência no Município de Maripá, documento necessário para a captação de recursos e liberação de uma série de benefícios a quem foi afetado pelo desastre.


Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.