Clima e Tempo

Tempestade e ventos fortes causam destruição em Foz do Iguaçu: “Parece filme de terror”

Moradores registraram os estragos pela cidade

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Tempestade e ventos fortes causam destruição em Foz do Iguaçu: “Parece filme de terror”
(FOTO: COLABORAÇÃO)

30 de junho de 2020 - 14:24 - Atualizado em 30 de junho de 2020 - 14:24

Uma forte tempestade atingiu a cidade de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná na manhã desta terça-feira (30). Com fortes ventos, foram registradas quedas de árvores, casas destelhadas e pelo menos 15 ocorrências no Corpo de Bombeiros. A cidade estava em alerta laranja de tempestade, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).

Às 00h desta terça-feira (30), o INMET informou sobre o alerta laranja na região “chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h), e queda de granizo. Risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos”.

Tempestade atinge Foz do Iguaçu

O tempo virou em Foz do Iguaçu no final da manhã desta terça-feira (30) e uma forte tempestade atingiu a cidade. Com grande volume de chuva e fortes ventos, as ruas ficaram com a marca da destruição. Segundo informações das autoridades, foram registrados pelo menos quatro carros atingidos por árvores, diversas casas destelhadas e um cenário de “destruição total”, como declarou uma moradora da Vila Adriana

Um outro morador que estava na rua no momento mais crítico do temporal, comentou que o cenário das ruas “parece filme de terror”. Confira mais registros da tempestade em Foz do Iguaçu:

Temporal prejudica sistema de distribuição de água

No início da tarde desta terça-feira (30), a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) informou que devido ao temporal que atingiu a região, a cidade de Foz do Iguaçu pode ter problema no abastecimento e distribuição de água. Confira a nota:

O temporal que atingiu a região Oeste prejudicou a produção e a distribuição de água em Foz do Iguaçu nesta terça-feira (30). As duas estações de tratamento de água da cidade e várias estações de bombeamento estão sem energia elétrica. Por causa disto,  pode ocorrer falta de água temporária em todas as regiões da cidade. Técnico já trabalham para restabelecer a eletricidade. A normalização do abastecimento deve ocorrer assim que houver retorno da energia elétrica.
Só ficarão sem água os clientes que não têm caixa-d’água no imóvel. A Sanepar sugere que cada imóvel tenha uma caixa-d’água de pelo menos 500 litros. Assim, é possível ter água por 24 horas, no mínimo.
A orientação é evitar desperdícios. A Sanepar conta com a participação de todos!
O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula.

(FOTO: COLABORAÇÃO)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.