Clima e Tempo

Temperaturas negativas, máximas que não ultrapassam 15ºC e geadas estão previstas para terça (29)

Entre as principais cidades monitoradas pelo Simepar, União da Vitória pode registrar a temperatura mais baixa do Estado, com mínima de -3ºC e máxima de 10ºC

Daniela
Daniela Borsuk
Temperaturas negativas, máximas que não ultrapassam 15ºC e geadas estão previstas para terça (29)
(Foto: Orlando Kissner/ANPr)

28 de junho de 2021 - 13:45 - Atualizado em 28 de junho de 2021 - 17:02

Com a chegada de uma forte massa de ar polar que se desloca pela região Sul do Brasil, todas as regiões do Paraná devem apresentar uma queda brusca nas temperaturas e declínio muito acentuado nesta terça-feira (29). Há previsão de geada forte e temperaturas negativas em diversas cidades.

Em todo o Paraná, as máximas não devem ultrapassar os 15ºC nesta terça-feira (29). Entre as principais cidades monitoradas pelo Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), União da Vitória pode registrar a temperatura mais baixa do Estado, com mínima de -3ºC e máxima de 10ºC.

De acordo com o meteorologista Lizandro Jacóbsen, Simepar, durante a tarde desta segunda, o sul e o sudoeste do Paraná foram as regiões mais atingidas pela frente fria, onde as temperaturas máximas foram inferiores aos 5º C. 

“Já chegaram alguns vídeos para nós aqui no Simepar de chuva congelada em alguns municípios próximos à divisa com Santa Catarina. Nas próximas horas continua com chance de ocorrência de chuva congelada e até mesmo alguns flocos de neve porque continua chovendo”,

explica Jacóbsen.

Na terça, Paranaguá, no Litoral, deve ter mínima de 8ºC e máxima de 15ºC. Em Ponta Grossa, a mínima prevista é de 1ºC e a máxima de 11ºC. Londrina pode registrar mínima de 3ºC e máxima de 13ºC. Maringá prevê mínima de 3ºC e máxima de 13ºC e Campo Mourão pode chegar à 0ºC, com máxima de 11ºC.

Já o termômetro em Cascavel, no Oeste, deve chegar abaixo de zero, com mínima de -1ºC e máxima de 10ºC. Também estão previstas temperaturas negativas para Laranjeiras do Sul e Guarapuava, com -2ºC, e Francisco Beltrão e Pato Branco, com -1ºC.

(Arte: Simepar)

Ainda segundo o meteorologista, nos próximos dias o frio ficará ainda mais intenso no estado e até as cidades do norte paranaense, onde o calor costuma ser predominante, poderão ser atingidas por fortes geadas entre quarta (30) e quinta-feira (1º).

“A massa de ar polar se estabelece sobre o sul do país. Entre quarta e quinta feira são esperados os dias mais gelados no estado, inclusive, com temperaturas negativas em vários municípios. Geadas amplas com forte intensidade em muitas regiões, até mesmo no setor norte”,

completa Jacóbsen.

Na quarta-feira (30), o frio permanece, com mínima de 1ºC e máxima de 13ºC em Curitiba e mínimas próximas à zero ou negativas em todas as regiões do Paraná. Conforme o Simepar, a tendência é de valores negativos de temperatura e geadas fortes em muitos municípios da metade sul do Estado. Não há previsão de chuva.

As condições relacionadas ao frio e à geada devem se manter durante toda a semana, perdendo a intensidade somente a partir de sábado (3). O risco de geada também começa a diminuir durante o final de semana.

Alerta geada

Conforme o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), a previsão é de temperaturas negativas nas regiões Oeste, Sudoeste Sul, Centro e sul dos Campos Gerais com ocorrência de geadas moderadas a fortes.

O ar frio também será rigoroso no setor norte do Paraná, divisa com São Paulo com formação de geadas. Na Região Metropolitana de Curitiba, apesar de temperaturas mínimas muito próximas de 0,0 °C a umidade elevada devido a passagem da frente impede a formação do fenômeno.

(Arte: Simepar)

Frio já começou

Essa segunda-feira (28) já começou a adiantar o frio intenso para a semana. “A previsão para este início de semana é o tempo continuar instável, com chuvas de fraca intensidade em boa parte do estado do Paraná, e com destaque também para o frio bastante intenso que já predomina em vários setores desde o período da madrugada”, destacou o meteorologista Samuel Braun.

Ainda na segunda (28), a cidade de Enéas Marques registrou um fenômeno conhecido como “chuva congelada”, que acontece quando as gotículas de água saem das nuvens e congelam antes de chegar ao solo. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.