Clima e Tempo

Crise hídrica: primavera no Paraná será de pouca chuva devido a La Niña

Segundo a Simepar, são esperados períodos prolongados sem chuva semelhantes aos ocorridos no outono e no inverno deste ano

Caroline
Caroline Berticelli / Editora com informações da AEN
Crise hídrica: primavera no Paraná será de pouca chuva devido a La Niña
Foto: Larissa Ilaídes/RIC Mais

21 de setembro de 2020 - 16:29 - Atualizado em 21 de setembro de 2020 - 17:06

Amanhã, terça-feira (22), é o primeiro dia de primavera e, conforme o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), são esperados durante a estação períodos prolongados sem chuva semelhantes aos ocorridos no outono e no inverno deste ano, ou seja, o cenário indica a permanência da crise hídrica no Paraná

“As chuvas devem aumentar progressivamente, mas os volumes ficarão próximos ou abaixo da normal climatológica, com distribuição espacial muito irregular”, afirma o meteorologista Marco Jusevicius, coordenador de Operação do Simepar. 

Ainda segundo o especialista, o fenômeno La Niña, com intensidade variando de fraca a moderada, é o principal evento climático que irá interferir na primavera do Hemisfério Sul. Ela provoca o resfriamento das águas do Oceano Pacífico Equatorial e, consequentemente, altera os padrões climáticos da região que afeta. 

A ausência de chuvas também deverá afetar a agricultura paranaense. Conforme Heverly Morais, agrometeorologista do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná, as culturas de soja, milho e feijão podem ser impactadas pela estiagem prolongada.

“A previsão de uma primavera mais seca neste ano devido à influência de La Niña é preocupante para a agricultura”, diz a agrometeorologista. 

A seca também deve favorecer a ocorrência de incêndios no estado explica Flavio Depp, pesquisador e coordenador de Inovação do Simepar. “Na primavera e no contexto da estiagem, o baixo teor de umidade da vegetação favorece a combustão, a ignição e a propagação de incêndios”, diz Deppe.

Dia ensolarado em quase todo o Paraná

O primeiro dia de primavera será ensolarado em quase todo o estado, o tempo ficará nublado apenas em Curitiba e região metropolitana, no norte pioneiro, nos Campos Gerais e no sudeste. Há previsão de chuva no Litoral. As temperaturas devem variar entre 4 ºC em Rio Negro e 29 ºC em Umuarama, Guaíra e Foz do Iguaçu.

Também de acordo com o Simepar, no início da estação, as temperaturas continuarão a apresentar maior amplitude térmica – a diferença entre os valores mínimos e máximos diários – o que tende a diminuir com a aproximação do verão. Além disso, estão previstas grandes variações em períodos curtos, causadas pelo rápido deslocamento de frentes frias e tempestades intensas, características da estação no Estado.