Clima e Tempo

Matinhos fica alagada após chuva; litoral pode ter ressaca nos próximos dias

Além da chuva forte hoje, Marinha prevê ressaca no mar e ventos fortes até sábado pela manhã.

Giselle
Giselle Ulbrich com informações das assessorias
Matinhos fica alagada após chuva; litoral pode ter ressaca nos próximos dias

21 de abril de 2021 - 22:54 - Atualizado em 21 de abril de 2021 - 23:11

Uma chuva forte, que iniciou na hora do almoço desta quarta-feira (21), deixou o município de Matinhos, no litoral do Paraná, com várias ruas alagadas. Apesar disto, a água não atingiu residências ou causou maiores estragos. A previsão do tempo prevê chuva e ventos fortes, além de possibilidade de mar agitado e altas ondas até sábado (24).

Conforme o Simepar, a chuva acumulada, registrada em Guaratuba até às 18h desta quarta, ficou em 58 milímetros. A medição foi feita pelo município vizinho porque o Simepar não tem uma estação meteorológica na cidade. Conforme o instituto, a chuva mais forte ocorreu perto do meio dia. Porém como tem chovido constantemente no litoral nos últimos dias, mesmo com fraca intensidade, o solo estava bastante encharcado, o que gerou o alagamento e a demora no escoamento da água.

A Prefeitura de Matinhos, através da Secretaria de Defesa Social, informou que os alagamentos não tiveram maiores consequências. “Alagamentos em algumas ruas são normais, mas não chegam a afetar as casas. A Prefeitura afirma que irá tomar todas as providências cabíveis para que este problema de acúmulo de água em dias de chuva seja resolvido. Inclusive, se antecipando na limpeza dos canais, para que episódios como esse não se repitam.”, diz a prefeitura em nota.

Risco de ressaca

A Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), informou que uma intensificação dos ventos na periferia de um sistema de alta pressão sobre o oceano poderá provocar ventos de direção Sudeste a Nordeste, com intensidade de até 75 km/h (40 nós), na faixa litorânea dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, ao sul de Laguna, até a manhã do dia 23 de abril.

Os ventos associados a esse sistema meteorológico poderão ocasionar agitação marítima com ondas, em alto-mar, de direção Sudeste a Nordeste, com até 4,0 metros de altura, entre os estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná, até a noite do dia 23 de abril.

Adicionalmente, há condições favoráveis à ocorrência de ressaca com ondas de direção Sudeste a Leste, com até 3,0 metros de altura, na faixa litorânea compreendida entre os estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná, até a manhã do dia 24 de abril.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.