Bichos

Mais que animais, filhos: setor pet ganha destaque entre os serviços de seguro

O setor foi novidade em um dos maiores eventos de seguros e proteção

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Mais que animais, filhos: setor pet ganha destaque entre os serviços de seguro
Mais que animais, filhos: setor pet ganha destaque em serviços de seguro (Foto: Reprodução/Pixabay)

25 de novembro de 2021 - 17:01 - Atualizado em 25 de novembro de 2021 - 17:01

Nos dias 23 e 24 de novembro, ocorreu a terceira edição do CQCS Insurtech & Innovation, o maior evento Latino Americano de Inovação em Seguros no Pro Magno Centro de Eventos, em São Paulo. Na conferência, referências globais em seguros e proteção compartilharam suas experiências com o público formado por agências reguladoras, seguradoras, insurtechs, investidores, prestadores de serviços tecnológicos e empreendedores do seguro. Entre as novidades do evento, estava o setor pet que levantou questões envolvendo as mudanças na interação entre os humanos e os bichos de estimação.

Como demonstração do potencial desse mercado, startups levantaram o fato de que, segundo os dados de 2019 da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 46,1% dos lares tinham ao menos um cachorro e 19,3% das casas contavam com pelo menos um gato. Além disso, dentre os donos de animais, 78% das gerações X e Y, ou seja, pessoas entre 30 e 45 anos, consideravam o pet como filhos, e não, apenas meros animais.

De acordo com o mercado, com essa nova realidade, criou-se a chamada “família interespécie”, um novo grupo familiar composto por pessoas que reconhecem e legitimam seus animais de estimação como membro da família. Assim como a relação mudou, o mercado de serviços para esse segmento também começou a decolar. Isso porque, para suprir as necessidades do cuidado com os pets, empresas tem investido cada vez mais no setor.

“Sabemos que o mercado animal está cada vez mais competitivo, com grandes players disputando por espaço em seus determinados nichos. E nosso foco é a saúde animal como benefício para as famílias que consideram seus animais de estimação como parte da família”,

afirma Otto Marques, CEO do Meu Pet Club, startup curitibana convidada para participar do evento.
Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.