Bichos

Bebê recém-nascido é morto por cachorro enquanto mãe dormia no sofá

O cachorro da família da raça Bull Terrier, mordeu a cabeça do bebê causando graves lesões cerebrais

Carol
Carol Machado / Produtora
Bebê recém-nascido é morto por cachorro enquanto mãe dormia no sofá
Bebê recém-nascido é morto por cachorro enquanto mãe dormia no sofá - Foto

11 de janeiro de 2022 - 13:14 - Atualizado em 11 de janeiro de 2022 - 13:14

Um bebê recém-nascido foi atacado por um cachorro da família depois que a mãe adormeceu no sofá. O caso aconteceu em novembro de 2018 no Reino Unido. As investigações foram concluídas nesta terça-feira (11) e os pais foram considerados inocentes.

Segundo o Mirror, Reuben McNulty tinha apenas 14 dias de vida quando o animal de estimação, um cachorro da raça Bull Terrier, mordeu sua cabeça. O bebê morreu três semanas depois.

Os pais de McMulty, foram alertados por assistentes sociais a não deixar o bebê sem supervisão perto dos cachorros. De acordo com inquéritos, no momento do ataque nem os cães e nem os bebês estavam sendo supervisionados.

O legista do caso, afirmou que ouviu o pai da criança dizer que voltou para casa e encontrou um dos cachorros cobertos de sangue enquanto a esposa ainda estava dormindo.

O pequeno Reuben foi levado ao hospital e os médicos constataram que ele sofreu graves lesões cerebrais. Devido aos ferimentos, o bebê não resistiu e morreu algumas semanas depois.

Simon Newbury, especialista em medicina veterinária disse que o cachorro pode ter visto o bebê como uma pequena presa ou como um brinquedo.

“É possível que o cachorro tenha sido estimulado a um impulso predatório pelo choro ou por um movimento do bebê” afirmou o especialista 

Os pais foram presos pela polícia por suspeita de negligência infantil após o incidente, mas os promotores decidiram não acusá-los. Ambos os cães foram apreendidos pela polícia e abatidos após o incidente.

O legista Simon Milburn concluiu o inquérito: “[O plano de proteção infantil] dá uma clara indicação e evidência de que os pais estavam cientes de que Reuben não deveria ser deixado sozinho com os cães em nenhum momento, nem quando a família estava comendo.

Milburn descreveu o incidente como um “curto período não intencional de desatenção que, infelizmente, teve consequências horríveis e trágicas”. Ele observou que os cães haviam sido separados de Reuben em outros momentos. 

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.