Animais

Filhote de lobo-marinho é encontrado na Praia Brava, de Matinhos

A presença do animal surpreendeu a equipe de biólogos por ter sido registrada em pleno verão

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com supervisão de Caroline Berticelli
Filhote de lobo-marinho é encontrado na Praia Brava, de Matinhos
Filhote de lobo-marinho é encontrado na Praia Brava de Matinhos (Foto: Reprodução/Diomar Augusto de Quadros)

13 de janeiro de 2022 - 17:35 - Atualizado em 13 de janeiro de 2022 - 17:35

Um filhote de lobo-marinho foi encontrado na manhã desta quinta-feira (13) na Praia Brava, de Matinhos, no litoral paranaense. O animal foi atendido pela equipe do Laboratório de Ecologia e Conservação da Universidade Federal do Paraná (LEC/UFPR) e encaminhado ao Centro de Reabilitação, Despetrolização e Análise da Saúde da Fauna Marinha (CRED).

De acordo com o LEC, por ser janeiro, a presença desta espécie na região não era esperada e surpreendeu toda a equipe.

“Estamos em contato com os demais grupos de pesquisa brasileiros para avaliarmos se este animal seria um indivíduo previamente reabilitado e liberado há pouco tempo”,

comentou Camila Domit.

Ainda, conforme informou a bióloga e coordenadora do LEC, Camila Domit, o mais importante neste momento é avaliar a condição de saúde do filhote e garantir que ele não seja colocado em risco na praia e possa, após encontrar-se em boas condições, dar continuidade à sua migração de volta as regiões ao sul na Argentina.

Sobre a espécie

De acordo com as informações divulgadas pelo LEC, o lobo-marinho é um pinípede que faz parte do grupo dos mamíferos aquáticos. Anualmente, tal espécie migra do extremo sul para o litoral sul e sudeste do Brasil em busca de alimento entre os meses de junho e outubro, quando a costa brasileira está com temperaturas menores. Os pinípedes são lobos-marinhos, focas e leões-marinhos que migram da Argentina, Uruguai e mesmo ilhas antárticas e sub-antárticas e usam a zona de praias e ilhas para descanso.

Registrou um flagrante? Mande para o WhatsApp do RIC Mais. Clique aqui e faça o portal com a gente!