Agronegócio

Ucrânia limita exportações de óleo de girassol em 2020/21 a 5,382 mi t

Reuters
Reuters

19 de abril de 2021 - 15:41 - Atualizado em 19 de abril de 2021 - 15:45

KIEV (Reuters) – O governo da Ucrânia e produtores de óleo de girassol chegaram a acordo nesta segunda-feira para limitar exportações do produto em 2020/21 a 5,382 milhões de toneladas, em medida que visa evitar um salto nos preços domésticos devido a excessivos embarques para o exterior, disseram produtores do país.

A Ucrânia é a maior exportadora de óleo de girassol do mundo, e o governo havia dito que as exportações na temporada que vai de setembro de 2020 a agosto de 2021 poderiam totalizar cerca de 5,52 milhões de toneladas, de uma produção total de 5,92 milhões de toneladas nessa safra.

Na semana passada, comerciantes locais disseram que o governo poderia impor uma cota zero para as exportações de óleo de girassol a partir de maio de 2021 e que ao menos 200 mil toneladas do produto poderiam ficar no país, como parte de movimentos em resposta à alta nos preços dos alimentos.

O sindicato de comerciantes ucraniano UGA disse que estava preocupado com os planos do governo de restringir exportações, que poderia causar uma grande redução na área de plantio de girassóis e assim diminuir a colheita.

A associação nacional de produtores de óleo de girassol pediu ao governo que evitasse qualquer limitação à exportação, uma vez que isso poderia levar diversas empresas do setor no país a deixar o negócio.

A vizinha Rússia já impôs uma tarifa sobre exportações de óleo de girassol de 30%, ou no mínimo 165 euros por tonelada, entre 9 de janeiro e 30 de junho.

A consultoria APK-Inform disse no fim de semana que o equilíbrio entre oferta e demanda para a temporada 2020/21 permite que a Ucrânia exporte 5,6 milhões de toneladas de óleo de girassol. O montante poderia saltar para 6,54 milhões na temporada 2021/22, devido a uma maior safra.

A previsão da consultoria é que a Ucrânia irá colher 16,4 milhões de toneladas de girassóis, refinando 7 milhões de toneladas de óleo de girassol na temporada 2021/22.

(Por Pavel Polityuk)