Agronegócio

Açúcar fecha em alta diante de aperto na oferta, café também avança

Reuters
Reuters
Açúcar fecha em alta diante de aperto na oferta, café também avança
Colheita de cana-de-açúcar em Pradópolis (SP)

12 de agosto de 2021 - 17:15 - Atualizado em 12 de agosto de 2021 - 17:20

Por Marcelo Teixeira e Nigel Hunt

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do açúcar na ICE fecharam em alta nesta quinta-feira, com o mercado consolidado um pouco abaixo da máxima de quatro anos registrada anteriormente esta semana, sustentado por um possível aperto na oferta, com a perspectiva de produção no Brasil rebaixada. Os preços do café arábica também avançaram.

AÇÚCAR

* Açúcar bruto para outubro avançou 0,07 centavo de dólar, ou 0,4%, em 19,54 centavos de dólar por libra-peso. A commodity avançou para um pico de 19,75 centavos de dólar na terça-feira –a máxima desde março de 2017.

* Os operadores afirmaram que uma combinação de seca e geada prejudicou as perspectivas de produção de açúcar no Brasil, potencialmente levando a um déficit mundial na temporada de 2021/22.

* Eles observaram uma relutância em manter posições vendidas em meio a preocupações de que a situação no Brasil possa se deteriorar ainda mais.

* A safra de beterraba nos Estados Unidos irá enfrentar alguns atrasos após problemas iniciais com clima mais seco que o normal, afirmou o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês).

* Açúcar branco para outubro avançou 4,90 dólares, ou 1,0%, em 476,10 dólares a tonelada.

* O Paquistão emitiu uma nova licitação internacional para comprar 200 mil toneladas de açúcar branco, disseram os traders da Europa nesta quinta-feira.

CAFÉ

* O café arábica para dezembro fechou em alta de 2,6 centavos de dólar, ou 1,4%, em 1,896 dólar por libra-peso, a máxima desde o fim de julho.

* O mercado permaneceu sustentado por uma perspectiva reduzida para a safra da próxima temporada no Brasil após os danos recentes da geada, com a colheita deste ano agora quase concluída.

* Os produtores de café no Brasil estão se encaminhando para os últimos dias de colheita desta temporada, tendo colhido 89% da safra de 2021/22 até 10 de agosto, disse a consultoria Safras & Mercado.

* O café robusta para novembro recuou 10 dólares, ou 0,5%, em 1.854 dólares a tonelada.

* Os preços domésticos do café no Vietnã subiram esta semana devido à oferta restrita no final da temporada, enquanto a demanda permaneceu fraca na Indonésia, disseram traders nesta quinta-feira.

(Por Marcelo Teixeira e Nigel Hunt)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH7B14I-BASEIMAGE